O efeito das orações no plano espiritual — Ajuda aos Suicidas

Esse trecho abaixo foi extraído do livro “O perispírito e suas modelações” — disponível na Amazon em livro físico e eBook.

Nesta parte o espírito de Eládio, um ex-suicida, agora um trabalhador no plano espiritual na ajuda aqueles que cometem o mesmo erro que ele, nos conta qual é o efeito do trabalho feito em um centro espírita, durante somente um minuto por semana, de uma oração para aqueles que desencarna antes da hora por sua próprias mãos.

O relato é emocionante:

“Eu vou lhe contar o que acontece nesse minuto nos hospitais onde se recolhem os suicidas. Quando se aproxima o horário da reunião da terça e da sexta, soa um alarme em todas as enfermarias. Naquelas em que os suicidas ficam juntos, e em outras que são isolados em câmaras acolchoadas, devido à vibração prejudicial aos demais. Então, amigo, naquela hora, é como se estivéssemos famintos, muito famintos, e alguém chegasse e nos dissesse: Meus irmãos! Tomem a comida. Comam e se saciem.

É o minuto mais esperado por todos. Todos, sem exceção de nenhum. Soa uma campainha e uma luz se acende. Então um painel grande… desculpe! Mas é muito emocionante ter que narrar isto.

Mas, você precisa saber. E aquele painel luminoso, no momento em que você fala aquelas palavras, elas aparecem luminosas em cada enfermaria, e desse painel saem verdadeiras gotas de luz que encharcam nossos perispíritos provocando o alívio de que tanto somos carentes.

É um momento sublime para o suicida. Amigo, muitos se recuperam de crises, inclusive eu, pela ternura daquele momento. É muito bom saber que somos lembrados. Eu os tenho visto comentar uns com os outros: será que o meu nome está no caderno? Vão lá, por favor! Levem o meu nome para que orem por mim. Mas nós sempre respondemos: os nomes de todos vocês estão no caderno. Todos vocês recebem igualmente, porque o minuto é para todos os suicidas, mesmo aqueles cujos nomes perderam-se na lembrança dos amigos e na poeira do tempo. (Antes das reuniões de desobsessão nós dedicamos um minuto de prece para os suicidas, ocasião em que oramos o salmo 23).”

― de “O perispírito e suas modelações”

Para quem quer fazer o mesmo, seja em casa, no Centro Espírita, aqui está o Salmo 23:

O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.
Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Formado em Publicidade e Propaganda com 20 anos de experiência em Criação e Gestão de conteúdo digital. Pesquisador da semântica e dados conectados.

Formado em Publicidade e Propaganda com 20 anos de experiência em Criação e Gestão de conteúdo digital. Pesquisador da semântica e dados conectados.